quinta-feira, 17 de junho de 2021

Família

     Família é algo especial e essencial diante do Senhor. Deixe esta mensagem ministrada por ocasião do dia dos namorados ministrar sua vida!

 

Baixar mp3



 

1. Amor


Ao falar sobre família, relacionamentos, precisamos falar de amor.

Embora algumas pessoas se casem por paixão, não é essa a ideia. Afinal de contas, paixão é um estado temporário de desajuste dos pensamentos e emoções. A pessoa apaixonada tem suas faculdades mentais afetadas e seria um grande erro tomar qualquer decisão, ainda mais casar, debaixo deste estado.


A base para qualquer relacionamento, precisa ser o amor.


O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha.

Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor.

O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade.

Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

1 Coríntios 13:4-7.


Todo mundo quer encontrar o “amor da sua vida”. Sua cara-metade a alma gêmea. Isso é muito legal. Agora, estranho são os lugares onde as pessoas procuram.

Você acha mesmo que uma balada, um bar, ou até lugares piores; são propícios para encontrar o amor da sua vida?

O lugar onde você procura fala muito sobre você. E se já encontrou, fala sobre seu parceiro também.


Não que a pessoa esteja impossibilitada de mudar posteriormente, mas, muitas vezes não muda.


Dizem que os homens casam na expectativa de que suas mulheres nunca mudem; já as mulheres, casam esperando que seus maridos sejam transformados. Passam-se os anos e, em muitos casos, aquilo que os homens tanto admiravam em suas jovens esposas muda e aquilo que elas tanto queriam ver transformados em seus homens permanece do mesmo jeito.


Você pergunta ao marido, qual o problema no casamento e ele diz: “Ela mudou. Já não é mais a mesma de quando nos casamos”.

Então se vira para a esposa e indaga sobre o problema no casamento; ela por sua vez responde: “Ele não muda, continua igualzinho a quando nos casamos”.


Homem e mulher são tão diferentes que parecem quase duas espécies distintas.

A única saída para um casamento feliz é que ele seja como lá no Jardim… Onde Deus estava presente, e os 3 conversavam a cada entardecer.

Onde ambos estavam nus e não sentiam vergonha.



2. Intimidade


Isso mesmo. A Bíblia diz:


O homem e sua mulher viviam nus, e não sentiam vergonha. Gênesis 2:25.


Adão e Eva tinham um intimidade total, uma unidade completa.

Estavam nus não apenas no sentido de seus corpos; eles não tinham nada a esconder um do outro. Sem segredos, sem meias palavras… Sem pecados!


Um relacionamento que funciona, é um relacionamento de cumplicidade, de confiança… É claro que isso é progressivo e só deve chegar ao nível “nus”, ou seja, transparência total, depois de casados. Namorados são apenas namorados e devem preservar suas roupas emocionais, físicas e espirituais.


Ei, sua esposa sabe a senha do seu celular? Você deixa seu marido olhas suas redes sociais?


Ei rapaz! Não confie numa moça solteira que não deixa os pais olharem as redes sociais!


Ei moça, não confie em um jovem que só usa o computador com a porta chaveada.


Não dá pra confiar nesse tipo de gente cheia de segredos. (Claro que existem pais e pais).


Se você vive de papinho “saudável” com seus amigos e seu marido não pode ver… Isso é do cão.


A esposa não vai “entender” suas mensagens com as colegas de trabalho? Ei irmão, olha o laço do inimigo!


Precisamos tirar as roupas!

Existem casais que não conversam mais! Estanho, né maridão, porque quando você queria conquistar a amada, passava horas e horas conversando, escutando os sentimentos dela.


E você irmã, quando queria conquistar o amado, se mostrava tão interessada nos assuntos dele; hoje nem olha nos olhos.

O que está acontecendo com vocês? Aonde vai parar esse casamento nesse ritmo de deterioração?


Orçamentos escondidos, receitas secretas, negócios ocultos, compras na “surdina”… Uhm, muita roupa nisso.


Se o seu cônjuge está presente, diga: “Muita roupa”!


E o que dizer do caminhão de pecados que quando muito, o discipulador conhece, porém muitas vezes nem isso.


Você sabia que no Brasil, as pesquisas apontam que 1 a cada 4 homens acessa pornografia no trabalho1?

Nos EUA2, em 2018, 64% dos homens acessavam pornografia pelo menos 1x ao mês. Aos 21 anos apenas 3% dos homens da pesquisa nunca haviam assistido. Você entende o que é isso? 97 em 100!


Ei irmão, chega! Vai jogar sua família no lixo por causa disso?


Quantos anos de casamento vocês tem? Quantos filhos? Vai jogar isso fora em troca de uma tela? Em troca de um mundo imaginário?


Ei irmã! Você precisa ajudar seu marido a sair dessa.


Existem demônios atuando nisso!


A indústria pornográfica pertence a Satanás.


A pessoa pode ficar possessa por esse tipo de hábito. Isso inclusive gera um vício químico (substâncias liberadas durante a prática) no cérebro semelhante ao uso de drogas. É necessário confissão, jejum, arrependimento.


Se você usa pornografia, quero que entenda que não estou te julgando, quero te ajudar; você está se comportando como aquele rapaz cracudo que te pediu uma moeda no sinal e você ficou com dó dele. Pornografia MATA!


Irmã, aceita ajuda?

Quero saber se você realmente está disposta a ajudar o seu homem.

Tenho um desafio, você topa? De coração mesmo?


Te desafio: de 15 dias de anistia ao seu marido.

Duas semanas onde o que quer que ele confesse você vai perdoar.

Peça para ele abrir o jogo e ajude ele a encontrar restauração.


Mas não são só os homens. Uma pesquisa de 2015 apontou que as mulheres brasileiras são as que mais tem esse tipo de problema no mundo3!


Então que tal fazerem um acordo mútuo de 15 dias onde o cônjuge poderá abrir o coração sem medo de encontrar suas roupas atiradas no meio da rua?


Está com seu cônjuge aqui? Faça discretamente um joinha e veja se ele retribui…


Agora se você está pensando em aprontar por 14 dias para pedir perdão no 15°, você é um sem vergonha do capeta e precisa se converter. Estamos falando de confissão de pecados que aconteceram no máximo até hoje!


O pecado rouba a intimidade. Imediatamente após pecar, sentiram vergonha de Deus e um do outro.


Insisto aos casais, tirem as vestes do fingimento, do pecado…


Há muitas mulheres que nunca perdoaram seus maridos, apenas colocaram uma pedra em cima das mágoas e fingem que está tudo bem; enquanto isso há um ácido queimando seus corações.


Há homens que desistiram de ter um lar feliz. E em nome de uma suposta “paz”, nem tentam melhorar as coisas, apenas fogem, evitando diálogos, evitando passar muito tempo juntos…


Fiquem nus! Restaurem os relacionamentos.


Casamento não é como um celular por exemplo, que você usa até estragar ou surgir um modelo novo e então troca por outro.

Está mais para um coração que você precisa cuidar bem a vida inteira. Até porque, não são todos que conseguem um novo caso o original estrague.


A intimidade do casal é uma parábola do relacionamento entre Jesus e a Igreja. A esposa é uma figura da Igreja e o marido um símbolo de Jesus.


Por isso Satanás investe pesado para que os solteiros mantenham relações e os casados as abandonem.

A intimidade do casal é desejo de Deus, é algo limpo e puro e não há do que se envergonhar.


O marido deve cumprir os seus deveres conjugais para com a sua mulher, e da mesma forma a mulher para com o seu marido.

A mulher não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim o marido. Da mesma forma, o marido não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim a mulher.

Não se recusem um ao outro, exceto por mútuo consentimento e durante certo tempo, para se dedicarem à oração. Depois, unam-se de novo, para que Satanás não os tente por não terem domínio próprio. 1 Coríntios 7:3-5.


Isso não deve ser um peso ou uma cobrança de um para com o outro; ambos devem intencionalmente buscar manerias para agradar e satisfazer seu cônjuge de modo que intimidade seja um desfrute para os dois.

Há livros que ajudam os casais cristãos nisso, como:


7 Dias de Intimidade de Ed e Lisa Young.


Entre Lençóis de Kevin Leman.

Fazer Amor de Gary Chapaman.



3. Segurança


Um RELACIONAMENTO cristão, precisa promover a ambos segurança.

O “até que a morte nos separe” precisa ser vivo e real.

Não é apenas uma questão de demonstrar amor e segurança; mas fazer isso de uma maneira que o parceiro entenda.

Gary Chapman no livro “As 5 linguagens do amor” ensina como não apenas amar, mas, fazer o cônjuge se sentir amado. Vale a pena a leitura.


Quero trazer um princípio importante, porém antes, frisar que estamos falando do hoje e não do ontem.


Cada um deve permanecer na condição em que foi chamado por Deus. 1 Coríntios 7:20.


Há outra coisa que vocês fazem: Enchem de lágrimas o altar do Senhor; choram e gemem porque ele já não dá atenção às suas ofertas nem as aceita com prazer.

E vocês ainda perguntam: "Por quê? " É porque o Senhor é testemunha entre você e a mulher da sua mocidade, pois você não cumpriu a sua promessa de fidelidade, embora ela fosse a sua companheira, a mulher do seu acordo matrimonial.

.../… "Eu odeio o divórcio", diz o Senhor, o Deus de Israel, e "o homem que se cobre de violência como se cobre de roupas", diz o Senhor dos Exércitos. Por isso tenham bom senso; não sejam infiéis. Malaquias 2:13-16.



Embora sua esposa se cuide e procure ficar linda para você; ela precisa ter a segurança de que você nunca vai deixá-la outra mais jovem!


Mesmo que seu marido procure dar toda atenção, amor e cuidado que você necessita, ele precisa ter a segurança que você não vai trocá-lo por algum Don Juan bom de papo.


Sabe, como casal, minha esposa e eu já tivemos brigas terríveis, desentendimentos ferrenhos, especialmente no primeiro ano de casados. Já houve momentos em que pequei, desejando que ela morresse. Porém, NUNCA PENSEI EM DIVÓRCIO.

Ela pode ter 100% de segurança de que nunca vou deixá-la.

Seu cônjuge tem essa segurança?


Eu não estou em um contrato no qual caso ela não cumpra as cláusulas vou mandá-la embora.

Estamos em uma aliança a partir da qual já não somos mais dois e sim um só.


E já que você entrou nessa aliança e não tem como escapar; a única coisa que te resta é parar de murmurar e fazer tudo que estiver ao seu alcance para que essa vida comum seja o melhor possível.


Claro que existem raríssimas exceções onde o divórcio é tolerável. Todavia não estou aqui hoje para falar delas.


Seu marido precisa saber que você é a maior parceira dele!

Sua esposa precisa saber que você é o maior apoiador dela!


É a nossa gestação, nossa casa, nossos empregos, nosso dinheiro…



4. Perdão


Já falamos antes sobre os 15 dias de perdão. Ok, parabéns para você que assumiu este compromisso.


Porém o perdão é mais que isso. Precisa ser parte essencial no dia a dia do casal.


Sem perdão, não há relacionamento que dure.


Se alguém afirmar: "Eu amo a Deus", mas odiar seu irmão, é mentiroso, pois quem não ama seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê. 1 João 4:20.


Se você quer ficar bravo com alguém por este texto, converse com o Espírito Santo, não comigo.


O Pr. Wagner sempre me dizia no discipulado: “O mais crente pede perdão primeiro”.


Acho que uma das frases que mais digo para a Pra. Tássia é “eu te amo”. E a segunda deve ser: “Me perdoe”.


Existem muitas coisa que tem explicação. E pra essas eu digo: “Explica, mas, não justifica”. Por mais que você tenha como explicar porque errou isso não muda o fato de que você errou e precisa pedir perdão. Logo, na maioria das vezes o melhor é pular a parte da explicação, que só irrita o ofendido, e pedir logo o perdão.


Muita explicação às vezes fecha o coração da outra pessoa. Já um sincero pedido de perdão, acompanhado, dependendo o caso, de uma choro ou atitude que mostre o arrependimento podem restaurar relacionamentos.


Então Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou: "Senhor, quantas vezes deverei perdoar a meu irmão quando ele pecar contra mim? Até sete vezes? "

Jesus respondeu: "Eu lhe digo: não até sete, mas até setenta vezes sete. Mateus 18:21,22.


Jesus não estava se referindo a perdoar alguém 490 vezes. Sete é um número que indica perfeição, totalidade. O Senhor ensinou Pedro que devemos ter o coração do Senhor que está sempre disposto a nos perdoar quando nos arrependemos.


Um coração quebrantado e contrito, ó Deus, não desprezarás. Salmos 51:17.


E quando estiverem orando, se tiverem alguma coisa contra alguém, perdoem-no, para que também o Pai celestial lhes perdoe os seus pecados".

Mas se vocês não perdoarem, também o seu Pai que está no céu não perdoará os seus pecados. Marcos 11:25,26.


Se você ficar anotando, guardando os pecados do seu cônjuge… Seu casamento está fadado ao fracasso.

Se a cada pisada na bola, o nível de felicidade, intimidade for caindo… Chegará o dia do fim do casamento ou se tornará meramente uma estrutura morta.


A única coisa que pode renovar o amor e sustentar um bom casamento é uma rotina de perdão.


O perdão é a sanitização do coração.



Ministração


Vale a pena lutar por seu casamento.

Vale a pena lutar por sua família.

Reconheça os problemas que existem e lute com todas as forças que o Senhor te dá para resolvê-los!


Já assumiu o propósito dos 15 dias de perdão?


Comece agora mesmo a liberar perdão… Comecem agora mesmo essa reconciliação.


É hora de sairmos da posição de juízes e nos colocarmos como parceiros de nosso cônjuge.

quarta-feira, 16 de junho de 2021

Jesus Cristo

Você provavelmente já ouviu uma pregação explicando sobre o Espírito Santo. Isso acontece porque muitas vezes as pessoas escutam falar que “há um Deus”, ou do “cara lá de cima”. E já que estamos em uma cultura “cristã”, fala-se de Jesus pelo menos no Natal e na Páscoa.

Assim, pregamos bastante sobre o “desconhecido Espírito Santo”. Logo, o que resta para a maioria das pessoas é um conceito raso sobre a pessoas de Jesus Cristo.


- Jesus é Deus

No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. João 1:1.


- Jesus é Criador

Todas as coisas foram feitas por ele, e, sem ele, nada do que foi feito se fez. João 1:3.


- Não está morto nem nem ferido.

Ap 1:13ss.


- Ele É

No Getsêmani - caíram por terra.

 

baixar mp3 aqui 


 



1. Deus disse Cruz e então Bang...


Não há como falarmos de Jesus sem esbarrarmos na cruz. A Cruz de Cristo é o marco de nossa existência; mais que isso, ela é o que tornou e mantém nossa existência possível.


sabendo que não foi mediante coisas perecíveis, como prata ou ouro, que vocês foram resgatados da vida inútil que seus pais lhes legaram, mas pelo precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro sem defeito e sem mácula.

Ele foi conhecido antes da fundação do mundo, mas foi manifestado nestes últimos tempos, em favor de vocês. 1 Pedro 1:18-20


Sabemos que o pecado gera a morte. E que nossos pecados contaminaram até mesmo a natureza.


Logo, só existimos, a Terra em si só existe, porque Jesus decidiu se entregar por nós antes mesmos que nós ou a Terra tivéssemos sido criados.


Prova disso são todos os pecados que foram “perdoados” mediante sacrifícios de animais pelos judeus do Antigo Testamento. É obvio que nenhum daqueles sacrifícios em si apagou qualquer pecado (Hb 10:4); mas, funcionavam porque apontavam para o sacrifício de Jesus já conhecido antes da fundação do mundo.


Logo, mesmo aqueles que não creem em Jesus, só existem por causa de Jesus e sua Cruz. A própria Terra onde os incrédulos moram, foi Criada por Jesus e sua existência está sustentada na Cruz.


A Cruz não foi um plano B. Deus sabia que ela seria necessária e está dentro da perfeita vontade de Deus que: CONSIDEROU NOSSO LIVRE ARBÍTRIO.




2. Um Jesus humano



Ficou claro que Jesus é Plenamente Deus.

Todavia não podemos ignorar que Ele foi também totalmente humano.


E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai. João 1:14.


Ou seja, o Jesus Eterno que desde sempre existe; veio a terra da mesma forma que cada um de nós, através de uma gestação.


Jesus abriu mão de seus “poderes divinos” e se manteve um “homem comum” até os 30 anos de idade.


Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus,que, embora sendo Deus, não considerou que o ser igual a Deus era algo a que devia apegar-se; mas esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens. Filipenses 2:5-7.


Como cada um de nós, desceu às águas do Batismo e naquele momento, não apenas foi Batizado nas águas, mas, também no Espírito Santo e só então passou a mover-se no sobrenatural, da mesma maneira que qualquer crente em Jesus Cristo, batizado no Espírito Santo, pode mover-se também.


Jesus passou por dramas familiares, bem possivelmente com a morte de seu pai José; ser o homem da casa e ajudar a sustentar a mãe e os irmãos e posteriormente, grandes críticas a seu chamado e ministério.


Então Jesus entrou numa casa, e novamente reuniu-se ali uma multidão, de modo que ele e os seus discípulos não conseguiam nem comer.

Quando seus familiares ouviram falar disso, saíram para apoderar-se dele, pois diziam: "Ele está fora de si". Marcos 3:20,21.




3. Jesus venceu o mundo



Além de dramas familiares, Jesus enfrentou um contexto de pobreza e desafios financeiros. Não bastasse isso, foi perseguido, humilhado, espancado. Mentiram sobre Ele e o condenaram em julgamento forjado.


Ei! Tem alguém aqui que já passou lutas no seio da família? O meu Jesus sabe o que é isso!

Algum de vocês já enfrentou um contexto de pobreza, de precisa contar as moedas para pagar uma conta, meu Jesus conhece isso.

Porventura já mentiram, caluniaram, fizeram fofocas a teu respeito? Te apresentou Jesus Cristo, que já passou por isso muito antes de você.


Já se sentiu pressionado por todos os lados e sem ter uma saída? Jesus enfrentou tamanha pressão psicológica, a ponto de seu suor e suas lágrimas se tornarem em sangue.


Esse Jesus que é Deus e está assentado a direito do Pai no céu; é o mesmo Jesus que viveu quase 34 anos aqui na terra como HOMEM e como ser humano passou todos os desafios e lutas que você passa no seu quotidiano.


Se existe alguém apto para te ajudar é Ele. Sim, Jesus não é um almofadinha que baixa o vidro do carro para te dar esmolas. Jesus é alguém que já esteve na sua pele e sabe na prática como é ser uma pessoa nessa terra que jaz no malígno.




4. Ele é o teu substituto


Uma vez que viveu tudo isso por ti; também trocou de lugar contigo.

Bastaria um único pecado para que você fosse lançado no inferno. Este lugar que foi preparado por Deus para castigar o Diabo e os demônios. Sim, quem acendeu o fogo do inferno foi Deus e o calor que há lá é mantido por Deus. Satanás não nada neste lugar que se chama Lago de Fogo e popularmente é chamado de inferno.


Porém, quando Jesus decide morrer por mim e por você, a pior dor que Ele sente não da bofetada no rosto ou da coroa de espinhos. Nem das chicotadas rasgantes ou da cusparada no rosto. Ou mesmo ainda, da capa arrancando as cascas das feridas... Coisas estas que se fossem feitas contigo sendo Ele, jogaria um raio na cabeça de cada um…

O que mais doeu em Jesus foi a sensação de estar separado de Deus. Aquele que não tinha pecados, Deus o tornou pecado por nós. Jesus agora era a encarnação de todos os nossos pecados. Quando o Pai olha para Ele vê o maldito pendurado no madeiro. Uma vez que todos os pecados da humanidade, o meu e o seu pecado, estavam sobre Ele, o Pai não podia mais ter comunhão com Jesus e este diz: “Meu Deus, meu Deus, por que me desamparaste”?

Separado de Deus Pai, agora o cálice da ira de Deus é derramado sobre Jesus. O castigo pelos roubos, assassinatos, estupros... Tudo recai sobre Jesus.


Aquele era o teu lugar. Nunca fizeram uma cruz para Jesus. Era a cruz de Barrabás. A cruz dos filhos de todos os pais.




4. Ministração.


Entregue a sua vida para Jesus!


1 Jo 1:9

Jo 1:12.

Rm 10:9-10.


ELE MORREU A SUA MORTE PARA QUE VOCÊ POSSA VIVER A VIDA DELE.


Ef 2:8-10.