segunda-feira, 14 de dezembro de 2020

Natal é Esperança

 O que as pessoas estão precisando hoje?

Vou te dar uma pista: O Brasil está em seu pior momento desde o início da pandemia. E nosso estado então nem se fala. Mais uma vez eu te pergunto: O que as pessoas estão precisando hoje?

Muito boas cada uma dessas respostas. Quero falar de uma destas: A Esperança.

 


 

Baixar mp3


Natal é esperança.


Nós éramos condenados ao inferno. A humanidade inteira era. Porém, quando Deus se fez homem. Quando Jesus tomou a decisão de vir até a terra na forma de um ser humano; a esperança chegou de volta a humanidade.


Na verdade até mesmo antes disso. Desde Gênesis, a vinda do Messias, do Salvador é anunciada. E essa era a esperança dos Judeus. Jesus veio, exerceu seu ministério e prometeu voltar e esta é a esperança dos Cristãos.


Onde quer que Jesus passasse, pessoas desiludidas encontravam esperança. Pessoas condenadas encontravam redenção. Pessoas perdidas encontrava o Caminho em pessoa.



Esperança que quebra o silêncio


O povo de Deus tinha conquistado a Terra Prometida. Depois se envolvido em tantos pecados que foram expulsos dela e viveram como peregrinos em diversos países. Depois de 70 anos começaram a voltar para Jerusalém. Pouco a pouco foram se organizando como nação.

Impérios se passaram até que chegaram os Romanos e os dominaram.


Desde que Malaquias, o último profeta a escrever no Antigo Testamento profetizara, já haviam se passado 400 anos.

Este é chamado o período inter-testamentário. Ou período do silêncio.


Foram 400 anos onde o Deus do povo de Deus parecia ter dormido.


Quando Jesus vem a esperança é restaurada!


Jesus deu esperança a mulher surpreendida em adultério; aquela que ninguém acreditava que podia mudar; que ninguém acreditava que podia se converter e ser transformada. Aquela que todos julgavam que a única saída era o apedrejamento.


Jesus deu a um homem que por 38 anos se arrastava moribundo junto a um poço, na esperança que algo místico acontecesse. Ninguém tinha compaixão dele; porém Jesus veio e lhe restaurou a esperança, curando-o.


Jesus deu esperança ao Filho de Timeu. Este provavelmente fora feito cego por causa dos supostos crimes de seu pai e mendigava às margens da sociedade.


Jesus deu esperança para dois irmãos que haviam sido rejeitados na ‘faculdade’; que não tinham passado no vestibular e fez de Pedro e André pescadores de homens.


Jesus deu esperança para um cobrador de impostos, profissão que por todos era tida como desonesta e possivelmente Mateus até obtivesse lucro desonesto.


Natanael estava sentado debaixo da figueira, mas, Jesus lhe deu esperança!


Natal é a esperança que nasce e a esperança é Jesus!


Usamos o pinheiro como um símbolo moderno do natal, e ele faz essa ponte, permanecendo verdinho mesmo em meio as piores intempéries climáticas.



Família


Correram para lá e encontraram Maria e José, e o bebê deitado na manjedoura. Lucas 2:16.


A primeira coisa que quero ressaltar é que Natal nos remete a família. Qual a imagem clássica do Natal? Sim, o presépio!

Logo lembramos de José, Maria e do menino Jesus.

E desde crianças as festas de família.

No Antigo Testamento o povo de Deus precisava comemorar no mínimo 5 grandes festas ao ano. Essas grandes festas traziam uma marca especial no coração de cada judeu. Anote essa palavra:

MEMORIAL.


Os hebreus estabeleciam diversos marcos memoriais: Festas, colunas de pedra, tipos de alimento, muitas canções…

Tudo para que sua história, sua cultura e principalmente, sua fé não fosse perdida.


Já os cristãos de hoje celebram principalmente 2 datas. A Páscoa e o Natal. E vai dizer que cada uma delas não tem seus ‘objetos’ memoriais? Suas comidas especiais, seus enfeites, suas canções…

Porque não somos apenas seres racionais. Senão bastaria um anual de regras. Somos seres relacionais e emocionais.


Com certeza cada um de nós tem memórias do Natal. Se são ruins, este é o ano da sua oportunidade de sobrescrever boas recordações natalinas substituindo as antigas ruins. Se são boas, este é o ano de reforçá-las e ajudar outras pessoas, especialmente as crianças a construírem as suas.


Por isso toda a magia de montar a árvore-de-natal, embrulhar os presentes, cantar canções natalinas (sobre o nascimento de Jesus) e etc.

Por isso que é tão importante registrar muitas fotografias e postá-las para que as redes sociais fiquem nos relembrando posteriormente dos ótimos momentos.


Sim, isso que dizem por aí que a comemoração do natal surgiu de festividades pagãs é verdade. Porém os cristãos antigos conseguiram fazer com o natal o que nós estamos fazendo com o carnaval. Logo o carnaval será lembrado apenas como uma data de retiros e não mais como uma festa pagã; amém!


Porém alguns cristãos de hoje estão perdendo o natal de volta ao paganismo. Se o natal for focado em noel, presentes, bebidas e comilanças então é só mais uma festa pagã; e você não deveria comemorá-lo.


Todavia, se o natal for focado em Jesus e vier acompanhado de família e amor; então poderá ter também presentes e comidas gostosas e não haverá nada de paganismo nisso. Aleluia.


Minha família celebra o Natal. Montamos uma árvore e luzes e trocamos presentes especialmente para criar memórias em nosso filho de como amamos Jesus e de como Jesus é maravilhoso para nós. Que ele perceba que apesar de comemorarmos muitos aniversários no ano, nenhum é tão festejado como o de Jesus.


Que o teu natal tenha FAMÍLIA. Ou melhor, SEJA família.

Que o Natal lhe traga a Esperança em Pessoa que é Jesus Cristo.

Que sua família, tem esperança, tem jeito e o jeito e a esperança tem o mesmo nome: Jesus.


Certa vez passei o natal completamente sozinho. Já era pastor porém ainda solteiro e tímido. Se fosse hoje já me escalaria para ir na casa de alguém, mas, não ficaria só.

Porém aquele ano fiquei sozinho. Não tinha ideia do que estava perdendo e de como aquilo poderia ser traumático. Não faça isso! Não fique só. Se não tem uma família de sangue, fique com alguém da família da fé.



Jesus


Agora, imprescindível mesmo no Natal é Jesus!

Não sabemos que dia Jesus nasceu, mas, aproveitando a carona dessa comemoração mundial, festejamos em 25/12.

É preciso que você entenda porque Jesus precisava nascer como um menino.


Deus criou a terra e entregou ela ao homem. Toda a autoridade estava conosco. Então Satanás usurpou essa autoridade, tomando-a das mãos de Adão.

Como que Deus pegaria das mãos de Satanás a terra, se já a tinha entregue ao homem? Caso simplesmente a tomasse a força, estaria sendo injusto. Só o ser humano poderia tomar de volta a autoridade que agora estava nas mãos do diabo.

Então Jesus saiu do céu e tornou-se um ser humano e agora, como ser humano retomou a autoridade das mãos de Satanás.

Porém, desta vez, não entregou de volta a humanidade. Ele entregou a Igreja. A autoridade sobre a Terra hoje está nas mãos da Igreja de Jesus e precisamos utilizá-la.


Jesus poderia ter simplesmente nos eliminado e criado outra humanidade. Ou nos deixado abandonados e criado outro planeta com nova população.


Em vez disso escolheu trilhar a nossa saga. Ser gestado no ventre de Maria, passar por um parto normal; viver a infância e a juventude até enfim tornar-se adulto e exercer seu ministério terreno.


Jesus ao escolher habitar entre nós, deixou seus ‘poderes’ divinos no céu (Fp 2:7) e nos deu exemplo de como um homem conectado com Deus através da oração pode mover o sobrenatural.


Passou calor e frio, precisou trabalhar para se sustentar. Sentiu dor, muita dor, mais do que qualquer outro ser humano.


E tudo isso Ele fez porque nos amou.


Que o natal seja o momento de Jesus ‘nascer’ no coração de muitos, renascer no coração de outros tantos e ser celebrado em todos nós.


Jesus reacendeu a esperança da humanidade.



Astrônomos


Os chamados ‘Reis Magos’. Estudiosos que foram conduzidos até Jesus pelo brilho de uma estrela e pelos relatos antigos da vinda do messias. Toda a natureza da testemunho de Jesus. E qualquer pessoa que se dedicar com verdade e sinceridade ao conhecimento vai encontrar Jesus.


O primeiro gole do copo das ciências naturais pode até torná-lo ateu. Mas, no fundo do mesmo copo, Deus o aguarda - Werner Heisenberg (Físico Teórico Alemão e ganhador do Nobel de Física 1932).


Todo conhecimento verdadeiro aponta para Jesus, pois Jesus é a verdade.



Presentes


Ouro, incenso e mirra foram entregues para Jesus.

Sim, podemos e devemos presentear uns aos outros.

Isso também gera memórias. Em quem dá (mas bem aventurado é dar do que receber At 20:35) como em quem recebe.


E se for para dar presentes, então vamos fazer isso do jeito certo!

No começo do casamento minha esposa me ensinou que se não vem no pacote, não é presente. No começo isso não fazia o menor sentido para mim. Até que entendi que o suspense, o desembrulhar, o barulho, a textura… Tudo isso gera sentimentos e sensações, grava memórias.

Coloque dentro de um pacote bonito amém. Quem sabe até ‘role’ um cartãosinho.


Se você sabe fazer os biscoitos da ‘vovó’, faça! Presentes feitos com as próprias mãos tem um ar muito especial.

Se consegue elaborar um cartão, faça!


O debruçar-se manualmente para preparar o natal faz parte da magia “memorial”. Isso recarrega nossas baterias, fortalece nossas famílias e renova nossos votos com o Senhor.


Você não é uma máquia. Envolva-se de corpo, alma e espírito nisso tudo e verá o agir de Cristo, enchendo seu coração de esperança em um amanhã melhor!


Quando olho para a cuia que tenho na igreja lembro do irmão Gelson e tudo que vivemos juntos no começo da fé. Quando olho para a cuia que tenho em casa lembro do Lukas e tudo de novo que já pela frente...


Estrela (luz)


Uma estrela muito brilhante guiou os reis até Jesus.

Uma imagem bem iluminada consegue impressionar mais terminações nervosas da nossa visão e por consequência estimular com mais intensidade nosso cérebro o que pode gerar memórias mais facilmente.


Então ilumine a sua casa, seu jardim! Faça essa festa com toda a intensidade.


A estrela de natal nos lembra que Jesus é o Senhor do Universo. Que tudo continua sob seu controle. Que o universo é favorável a nós por causa do seu Criador, nosso Senhor.



Anjos e música


Sim, Natal é tempo de música.

Deus enviou o próprio coral do céu até a terra cantarolar o nascimento de Deus.

Então revire o youtube atrás das velhas canções de natal que falam sobre o nascimento de Jesus.


As músicas tem um enorme poder didático. Elas fixam memórias.


Ensine as crianças a cantar; cante com elas! Ensaie o coro da família de canções sobre o nascimento de Jesus!


Ah essas memórias; que poder tem essas memórias.




Herodes, fariseus e um mundo inteiro


Então Herodes chamou os magos secretamente e informou-se com eles a respeito do tempo exato em que a estrela tinha aparecido.

Enviou-os a Belém e disse: "Vão informar-se com exatidão sobre o menino. Logo que o encontrarem, avisem-me, para que eu também vá adorá-lo". Mateus 2:7,8.


Herodes, não estava nem um pouco interessado em celebrar Jesus. Ele queria mesmo era matá-lo.

Não se engane. Muitas pessoas não estão nem aí para Jesus no Natal. Estão só preocupadas em ganhar dinheiro ou conseguir algum tipo de apoio político, favor, etc.

Na verdade o mundo inteiro da época não estava nem aí para José, Maria e Jesus.

E hoje boa parte dos enfeites natalinos, nem fazem mais referência a Jesus. Estão roubando o Natal dos cristãos.


Natal é Jesus e qualquer outro que tente roubar o protagonismo é penetra!

Muitos aparece na TV e nos comércios com um rostinho de complacência apenas pela fama, pelo dinheiro… Porque o espírito do Natal no mundo, é o espírito de Mamon: Dinheiro, presentes, comidas finas, bajulação e fama.


Porém o verdadeiro Espírito do Natal é o Espírito Santo. A verdadeira magia do Natal, de magia não tem nada; é o Poder de Deus que traz esperança em cada coração que toca.



Ministração


O que você pode fazer para ressignificar o natal em sua vida?

O que você vai fazer para gerar novas memórias em seu coração e nos corações de seus familiares?



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Deixe aqui seu comentário isso nos ajudar a crescer!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...