quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Nova Geração

     Austrália me faz lembrar cangurus... Até que em um destes programas educativos da televisão (eles existem) descobri que possui uma enorme biodiversidade marinha.
      “As tempestades arrancam o coral moribundo e dão lugar ao novo”... Disse o repórter. Não entendo de mar, porém a frase é interessante.
Na vida, as tempestades carregam os fracos. Carregam os pobres, os não instruídos... Levam pra longe os que tem nome fraco, que não possuem pedigree (que horror). No Reino de Deus não é assim. Ou será que é?
1.      Sim. Se considerarmos a (parte da) Igreja, veremos que os pequenos são excluídos, esquecidos e às vezes se perdem.
2.    Não. Se considerarmos a (parte boa da) Igreja, veremos que recebe bem os fracos, pois sabe que o mestre veio justamente para buscar e salvar o perdido e para sarar os doentes.
3.    Sim. Aquele que está em pé precisa tomar cuidado para não cair. Os fracos se perdem e se desviam. Os fortes vencem.
4.    Não. Na Igreja, a misere encontra a cardia em Jesus.
Igreja faz o mundo lembrar o que? Se nenhum especialista explicar, qualquer um que aparecer na televisão receberá crédito do povo. Será que o tio da TV falou certo? Será que os tiosinhos da gravata estão ensinando certo? Vamos abrir nossas Bíblias e pregar o Evangelho.
Indo à Austrália, descobrirei a verdade. Quem olha o Reino de Deus pelo lado de dentro, sabre explicar. Aliás, saberá explicar, mas, apenas irá entender plenamente quem nele entrar...
“As tempestades arrancam o coral moribundo e dão lugar ao novo”. Deus está arrancando os mortos e nos colocando no lugar, para mostrar ao mundo quais são as BOAS NOVAS!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Deixe aqui seu comentário isso nos ajudar a crescer!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...